Na ocasião, o governador Fernando Pimentel destacou o trabalho de toda a equipe de Defesa Civil

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, enalteceu, na tarde desta segunda-feira (21/12), no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, durante a entrega da Medalha do Mérito da Defesa Civil, o trabalho dos militares, agentes públicos e voluntários que se empenharam para minimizar os danos causados após o rompimento da barragem de Fundão em Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na região Central de Minas Gerais. O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, foi o orador da cerimônia.

Agraciado com a comenda, Pimentel afirmou ter ficado “muito gratificado por receber uma medalha concedida por esses que são de fato quem dão sustentação de primeira hora, em qualquer situação. Eu fui testemunha, já que no dia seguinte da tragédia fui a Mariana e pude testemunhar o que estava sendo feito lá", afirmou.

Fernando Pimentel relembrou a chegada dos primeiros militares ao local da tragédia para atuar no socorro às famílias atingidas. "Embora motivado por uma coisa extremamente grave, é um conforto para nós compartilhar com tanta gente boa e solidária, com tanta gente que se dispõe a arriscar a própria vida para salvar a vida do próximo, do semelhante. Isso por si só vale a homenagem, vale a medalha”, discursou o governador.

O ministro Gilberto Occhi também destacou as ações da Defesa Civil mineira e defendeu a unificação dos trabalhos com o Governo Federal para garantir ainda mais a preparação dos órgãos de defesa civil no país. “Entendo que, quanto mais fortes estivermos, fortalecidos, integrados, com um relacionamento cada vez mais próximo e mais capacitados, tanto estados quanto municípios, nós poderemos dar cada vez mais a resposta que o Brasil vai precisar em função das mudanças climáticas que atingem o mundo inteiro”, disse o orador.

Medalha

A comenda foi criada pelo Decreto 23.658, de 4 de julho de 1984, para distinguir e premiar personalidades e instituições que tenham prestado relevantes serviços à comunidade mineira, de maneira consciente e voluntária, em assuntos de defesa civil, minimizando as consequências danosas das calamidades.

“São pessoas que, no dia a dia, têm o trabalho voltado para a defesa de toda a população do Estado de Minas Gerais. São profissionais que trabalharam efetivamente, seja no seu município, nas coordenadorias municipais, seja na coordenadoria estadual, pelos Bombeiros, pela Polícia Militar, que tiveram seu esforço desprendido para contribuir para as ações de defesa civil no Estado, sejam ações de preparação ou de resposta, como tivemos em Mariana”, afirmou o chefe do Gabinete Militar do Governador e Coordenador Estadual da Defesa Civil, coronel PM Helbert Figueiró de Lourdes.

Entre os 37 agraciados, além do governador e do ministro, estavam o vice-governador Antônio Andrade, o secretário da Defesa Civil Nacional, Adriano Pereira Júnior, secretários de Estado, prefeitos e militares.

Omar Freire/Imprensa MG